Processadores Intel perderão desempenho devido a correção de uma falha grave de segurança

Todas as maquinas com processadores Intel, tanto 32 quanto 64 bits, fabricados nos últimos 10 anos (desde os primeiros Modelo Core i) podem ter seu desempenho fortemente afetado devido a necessidade de uma atualização a nível de kernel dos sistemas operacionais. Segundo testes nem mesmo o tradicional update via BIOS não é suficiente para solucionar o problema. que é uma falha de hardware nos processadores. As empresas responsáveis pelos sistemas operacionais terão que fazer alterações no kernel, o “coração do sistema”, e a previsão é que isso possa impactar diretamente a performance das CPUs. A estimativa é uma redução entre  8 e 30% dependendo do modelo.

O problema ainda não está completamente claro uma vez que a Intel ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso. e não deve faze-lô até que o problema esteja resolvido. O que se sabe até então, é que esta é uma falha na forma com que esses processadores tratam o acesso a rápido a memoria RAM e o cache da CPU. e esse erro afeta o controle que os sistemas operacionais tem sobre a CPU, permitindo que o partes básicas da memoria fiquem acessíveis a todos os programas rodando no computador o que torna inútil todas as permissões de acesso, dando margem para que atacantes pudessem ter acesso a leitura de todo conteúdo da RAM e a essa área de memoria reservada para o sistema operacional podendo consultar o que outros programas estão armazenando no computador incluindo ai as senhas dos usuários.

A Solução proposta pelos fabricantes dos principais sistemas operacionais é que toda essa área de memoria protegida seja criptografada durante o uso,o que por sua vez deve impactar a performance de todas as maquinas que tem processadores Intel.

Além dos processadores em uso por usuários comuns, a falha também afeta todos os principais ambientes em nuvem,que dependem de hardware Intel como o Amazon EC2Google Compute Engine e Microsoft Azure,que devem entrar em manutenção para a correção do erro.

Para Linux a correção já esta disponível na versão mais nova do sistema.

A Amazon,que usa uma solução de virtualização baseada em Linux,irá reiniciar todas as maquinas em sua plataforma cloud esta sexta-feira para a aplicação da mesma correção.

A Microsoft se pronunciou e disse que uma correção para o Windows esta sendo testada pelos integrantes do programa Windows Insider e deve estar disponível via Windows Update na próxima terça,e sua plataforma Azure deve entrar em manutenção no dia 10 para aplicar o patch.

Nem a Apple se salvou do problema,se limitando a dizer que irá aplicar uma correção de segurança ao Mac OS nos próximos dias.

Fonte: Adrenaline/Hardware.net

deixe uma resposta

Comentar

Nome

E-mail

Website